+ mídias clicando nos ícones/links da coluna à direita.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Mídia Impressa Vs Mídia Virtual



Publicado originalmente no blog Popsfera, em 17/08/2010.

Em Pauta: Mídia Impressa Vs Mídia Virtual.

Um breve histórico

A divulgação da notícia sempre foi algo importante para a humanidade. Na idade média, havia o mensageiro que ia de reino a reino informando sobre as guerras, convites aos aliados e informava sobre decisões do rei ao povo.

Atualmente, com a crescente necessidade por informação grupos foram se organizando para organizar essas notícias e informá-las à sociedade, surgia o JORNAL ou Mídia Impressa, foi o precursor de todo um movimento revolucionário que mudou o ritmo das sociedades. Surgia então, a figura emblemática do jornalista que saía em busca de assuntos que interessavam a comunidade. Uns mais técnicos outros mais pessoais, mas em suma o interesse era divulgar essa mensagem ao maior número de pessoas possíveis.

Mas à medida que a humanidade se desenvolvia essa necessidade por informação crescia e com isso o tempo de resposta de um jornal devia ser menor para se obter uma contra resposta da sociedade que lia mais e mais. Com isso A mídia impressa firmou alicerces numa base que creiamos seja LIBERDADE, INFORMACAÇÃO e CULTURA .

Com a modernidade que o homem prova a partir de meados dos anos 60 e 70, com o advento de novas descobertas tecnológicas, que impulsionaram o desenvolvimento de novas ferramentas de expressão e informação, acabam surgindo outros meios de informação, como TV e, mais recentemente a INTERNET, que quando surgiu, falava-se em extinção da Mídia Impressa o que acabou não se concretizando. Pelo contrário, jornais impressos, a internet e a TV, acabaram por integrar-se, trazendo uma comodidade maior e um maior dinamismo na propagação do que é noticiado.

A TV trouxe comodidade a INTERNET trouxe um dinamismo maior na divulgação das informações, e por conseqüência, um maior alcance de público. Mas isso não implica, necessariamente, na substituição de um tipo de mídia por outro.

A mídia impressa e a mídia virtual

A mídia impressa e a mídia virtual , usam de diferentes formas de mensagem, linguagem ou abordagem, para falar de um mesmo produto, ou assunto.

A mídia impressa pode ser descrita como qualquer material de divulgação, de caráter publicitário ou jornalístico, que esteja devidamente impresso, contendo informações lúdicas, técnicas ou científicas a respeito dos mais diversos assuntos.

Exemplos de mídia impressa: Livros, Jornais, revistas, banners, Outdoors, cartazes, folders, etc.

Os exemplos acima ainda podem ser apresentados em diferentes materiais, como: Papéis, plásticos, adesivos, variando-se em tamanho, cor, acabamento, e efeito, de acordo com o público alvo para o qual se destina.

A mídia virtual pode ser descrita como qualquer material de divulgação, também de caráter publicitário ou jornalístico, mas que se encontre em meios de origem eletrônica, como o computador e a televisão.

Exemplos de mídia virtual: Web sites, blogs, televisão, cinema, telefones celulares, jogos eletrônicos, etc.

Vantagens e desvantagens dos diferentes tipos de mídia

A mídia virtual veio tomar de assalto boa parte do mercado que anteriormente investia exclusivamente em meios impressos, mas não contava com a resistência da sociedade a uma substituição total de um formato, por outro, já que cada um tem seu público fiel e consolidado.

Algumas pessoas ainda preferem acordar e ler as notícias do dia folhando seu exemplar de jornal, tomando sua xícara de café, enquanto outras só acompanham o noticiário pela internet ou pela TV. Mas há pessoas que lêem o jornal pela manhã, ouvem o rádio a caminho do trabalho, e passam o dia se atualizando através da Internet. São pessoas que já entenderam que o advento das novas e diferentes mídias, com suas particularidades, quando integradas, vêm para somar.

Exemplo de integração entre diferentes mídias, o Jornal Folha de S. Paulo é um dos muitos veículos de comunicação que aderiram a esta tendência. Acima, as versões impresa e digital.

Isto posto vale a pena apontar vantagens e desvantagens dos diferentes tipos de mídia:

Mídia Impressa – Vantagens:

– Amplo poder de divulgação, por permitir distribuição local e direta, sem necessidade de aparelhos eletrônicos para o envio das informações;

– Não necessita de equipamento específico para ser utilizada;

- Existe a possibilidade de distribuir o material em locais estratégicos que encaminham a marca diretamente ao público;

– É de fácil transporte (quando em pequenas quantidades);

– É uma mídia popular, com público previamente consolidado;

- Alta credibilidade.

- É integrável a qualquer outro meio;

– É adaptável ao ritmo do leitor, permitindo releitura e leitura seletiva;

- Conteúdo geralmente mais aprofundado, permitindo ainda que o público-alvo tenha um contato mais intimista com a obra.

Mídia Impressa – Desvantagens:

- A antecedência que o material deve ser produzido para que seja entregue nos prazos previamente estabelecidos;

- Alguns materiais impressos podem envolver grandes equipes, dependendo de sua complexidade;

– A falta de possibilidade de atualização, uma vez impresso o veículo;

– A falta quase total de interatividade;

- É de difícil transporte (quando em grandes quantidades);

– Tem custo unitário de produção alto, principalmente quando é utilizada a impressão colorida, que encarece os custos.

- A informação é apresentada seqüencialmente não sendo possível acessá-la globalmente;

- Alguns materiais impressos podem envolver grandes equipes, dependendo de sua complexidade;

- Circulação restrita geograficamente.

Mídia Virtual – Vantagens:

- Maior praticidade e dinâmica na utilização da informação.

- Circulação mundial e em tempo real.

- Possibilidade de interatividade entre o usuário e o veículo de comunicação utilizado;

– A portabilidade. Uma mídia virtual é capaz de aglomerar diversas informações em um único local;

– Possibilita um acesso dinâmico às informações de diferentes categorias e direcionadas a públicos-alvo distintos.

- Possibilidade de atualização de dados ou notícias em tempo real;

- A velocidade muito maior, com a qual as notícias se propagam;

– Democratiza o acesso a livros, revistas e jornais, visto que os grandes veículos possuem sites próprios;

- Possibilita a utilização do hipertexto, ao qual se agrega outros conjuntos de informação na forma de blocos de textos, palavras, imagens ou sons, cujo acesso se dá através de referências específicas denominadas hiperlinks;

- A possibilidade de um auto retorno para um investimento relativamente baixo, se comparados com a produção de uma mídia impressa;

– Um espaço virtual pode ser utilizado não só para a comercialização ou divulgação de produtos, mas também na fidelização de clientes e na conquista de novos, que são atraídos claramente pelas facilidades oferecidas pelo meio em questão.

Mídia virtual – Desvantagens:

- Depende de diferentes máquinas ou dispositivos para ser acessada;

- Não possui filtros muito eficientes de conteúdo, ou seja, é necessário estar atento ao que irá ler ou pesquisar;

– A leitura pode ser prejudicada, já que ler na tela de um computador, em um palmtop ou em um celular, pode ser extenuante.

– Poluição visual em função da quantidade de informações na tela, além de alguns formatos invasivos poderem afastar o leitor.

- No caso do Brasil, grande parte da população ainda não tem acesso à internet.

- A dificuldade de se manter a fidelidade do leitor ou consumidor, pela enorme oferta e concorrência no meio.

Vale à pena ressaltar que, hoje em dia, a produção de uma peça midiática é quase sempre um trabalho interdisciplinar complexo, procurando integrar mídias virtuais e impressas, sem necessariamente subtrair uma em função de outra. A evolução das mídias eletrônicas, em vez de reduzir a importância dos meios impressos, veio somar informações e técnicas, que são úteis na elaboração de um produto final forte, conciso e acima de tudo, integrado, para que o mesmo possa atingir diferentes públicos-alvo ao mesmo tempo.

Texto e imagem reproduzidos do blog: popsfera.wordpress.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário